logo1.png

Objetivo

do Projeto

O setor agrícola, nos últimos tempos, vem vivenciando um encadeamento em seus processos produtivos, sobretudo na implantação de novas metodologias de manejo, em que a enxada, vem perdendo espaço para maquinários cada vez mais modernos.

Estas alterações no processo de produção e o incremento de novos produtos para controle de pragas vem crescendo de maneira espantosa. Porém o uso correto, buscando o equilíbrio com o meio ambiente, segurança do produtor, de sua família e da comunidade onde vive, nem sempre está presente, visto que os trabalhadores rurais têm pouco acesso a tecnologias, e às informações relacionadas ao uso correto e ao descarte de embalagens destes defensivos.

Neste contexto o Projeto Segurança na Mesa tem como objetivo geral, conscientizar pequenos produtores da região de Patos de Minas e Alto Paranaíba quanto ao uso correto dos defensivos agrícolas, além de incentivar e apoiar a adoção de práticas agrícolas voltadas para o uso bioinseticidas, bem como o treinamento para o uso de defensivos químicos, minimizando os riscos associados ao uso destas substâncias.

atenção ao

problema

Atualmente, as pessoas têm uma expectativa de que a produção agrícola venha a colaborar para a segurança alimentar, que compreende não apenas o acesso a alimentos em quantidade suficiente, mas também, se propõe que o alimento tenha um padrão mínimo de qualidade, incluindo nisto, a ausência de resíduos agrotóxicos.

 

Os agrotóxicos segundo definição do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), são produtos químicos, físicos ou biológicos utilizados nos setores de produção agrícola, pastagens, entre outros, com o objetivo de alterar a composição química tanto da flora quanto da fauna a fim de preservá-las da ação danosa de seres vivos considerados prejudiciais. Porém, parte dos produtores, principalmente os da agricultura familiar não possuem conhecimento dos possíveis danos causados à saúde, quando se utiliza os defensivos químicos de maneira incorreta. Esses danos podem ser de forma direta, quando o próprio aplicador não toma as devidas precauções, e indireta quando o alimento chega contaminado na mesa do consumidor.

 

Dessa forma, um projeto como esse que visa orientar os produtores, prevenindo malefícios a saúde humana desde a plantação até chegar à mesa do consumidor, se torna essencial.

 

Uma forma de realizar o projeto é incentivando a adoção de boas práticas agrícolas no sistema produtivo, baseados na agroecologia, e que representa uma oportunidade do emprego de procedimentos mais sustentáveis para o uso dos recursos naturais. Assim o pequeno agricultor poderá produzir com o foco não só na segurança dos alimentos, mas também praticando a sustentabilidade social, ambiental e econômica de sua produção.

O que são defensivos agrícolas?

Defensivos agrícolas são produtos químicos, físicos ou biológicos usados no controle de seres vivos considerados nocivos ao homem ou a sua produção agrícola.

São conhecidos também como agrotóxicos, pesticidas, praguicidas ou produtos fitossanitários.

        alguns materiais  

baixe

Agrotóxicos, venenos e defensivos agrícolas.